Comer ovo cru é um hábito que preocupa a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Um estudo do Ministério da Saúde aponta o ovo
como a principal fonte de doenças transmitidas por alimentos no país.
A tradicional maionese de domingo, feita com ovos crus, é o principal vilão. Em oito anos, 117 mil pessoas sofreram intoxicação alimentar. A salmonela (presente no alimento cru ou mal cozido) foi responsável por 42,2% dos casos.
Além dos ovos, a bactéria é encontrada em alimentos como leite e carnes. Os sintomas são dores abdominais, diarréia, calafrios, náusea e vômito. A maioria das pessoas se recupera rapidamente, mas, quando a salmonela se espalha pelo corpo, há risco de morte. Idosos e crianças são as vítima mais comuns.
Para orientar a população, a Anvisa acaba de aprovar uma resolução obrigando que as embalagens dos ovos vendidos em todo o país tenham rótulos com os dizeres: O consumo de ovo cru ou mal cozido pode causar danos à saúde e O alimento deve ser mantido na geladeira. As recomendações deverão ser impressas em letra e local visíveis e deverão estar no comércio dentro de 180 dias. Um bom cozimento mata a salmonela e isso faz toda a diferença , explicou Maria Cecília Britto, diretora de alimentos da Anvisa.

print
Comentários