Na sexta-feira passada (4), o Google comemorou o aniversário de 30 anos do Pac-Man, o famoso ?Come-Come?, com um logo jogável. O tempo gasto no joguinho pelos usuários e todo o período em que eles comentaram a inovação com amigos, principalmente por meio de redes sociais, causou um desperdício de 4.819.352 de horas. Isso mesmo, mais de 4,8 milhões de horas. A conclusão é da empresa americana Rescue Time, consultoria que analisa a produtividade em empresas.
A pesquisa não considerou todos os países em que o Google está presente e utilizou como média uma base de 11 mil usuários. Normalmente, segundo a empresa, os usuários gastam em torno de 33,6 mil horas diariamente no site de buscas.
E se tempo é dinheiro, a pesquisa apontou outro dado importante. De acordo com informações divulgadas no blog Rescue Time, foram jogados fora mais de US$ 120 milhões com o joguinho, equivalente a mais de R$ 225 milhões. Este valor poderia ser usado para contratar, em média, 19.835 funcionários do Google.
Para a consultoria, o ?desperdício? de produtividade só não foi maior por um motivo simples: nem todo mundo percebeu que era possível jogar. O jogo funcionava da seguinte maneira: o usuário acessava o Google como de costume. Em poucos segundos, o logo apresentava a mensagem ?Ready? (pronto?), e os personagens começavam a se movimentar sozinhos. Com o auxílio das setas do teclado, era possível jogar. A partir da página de resultados da pesquisa, o logo não estava mais presente.

Imprimir