Cerca de 18,4 milhões de trabalhadores poderão, a partir de julho, sacar o abono do PIS/Pasep de um salário mínimo (R$ 510), referente ao período 2010-2011. Na próxima quinta-feira (27), o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) divulgará o calendário com as datas de pagamento de cada grupo de beneficiários. A estimativa é de que o benefício injete R$ 9,3 bilhões na economia nacional.
Para receber o abono, é preciso que o beneficiário tenha sido cadastrado no PIS ou Pasep até 2004. Além disso, é necessária a comprovação de que trabalhou com carteira assinada em 2009 por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, e que recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais.

Imprimir
Comentários