Um bebê de apenas cinco meses de vida foi morto na última quarta-feira (17), vítima de espancamento e o pai da criança é o principal suspeito do crime. Ele e a mãe da menina estão no presídio Floramar, em Divinópolis.
Conforme informações divulgadas pela imprensa regional, toda a família passou a tarde de quarta-feira na delegacia regional.
O pai da criança tem 24 anos e já é conhecido no meio policial por tráfico de drogas. A primeira versão para a morte era de que o bebê havia caído, mas o pai teria confessado o crime durante o velório.

A criança foi levada para a UTI infantil do hospital São João de Deus, em Divinópolis, com vários ferimentos, mas não resistiu. No laudo médico a causa apontada para a morte foi traumatismo craniano. A Polícia Civil foi avisada por funcionários do hospital sobre a suspeita de espancamento.

As informações que circulam na mídia são de que a família estava sendo monitorada pelo Conselho Tutelar há cerca de dois meses, sendo que a tia da criança disse que a mãe estaria sendo ameaçada.

Os pais da criança foram ouvidos pelo delegado de crimes contra a vida e a mãe, que tem 35 anos de idade, também será indiciada por omissão. O outro filho do casal, de um ano e meio, foi levado para um abrigo da cidade e está sob a responsabilidade do Conselho Tutelar.

print
Comentários