O Brasil terá que formar 7,2 milhões de trabalhadores em nível técnico e em áreas de média qualificação para atuar em profissões industriais até 2015. Desse total, 1,1 milhão serão de trabalhadores para ocupar novas vagas.
Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial 2012, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e visam subsidiar o planejamento de formação profissional da instituição.
Essa necessidade de formação de profissionais produzirá oportunidades em 177 ocupações, que vão desde trabalhadores da indústria de alimentos até supervisores da produção de indústrias químicas e petroquímicas.

Imprimir
Comentários