Panelaço, gritos e vaias ecoam durante pronunciamento de Dilma

Protesto foi convocado pelas redes sociais e WhatsApp; no primeiro pronunciamento do segundo mandato, presidente defendeu medidas econômicas.

Protesto foi convocado pelas redes sociais e WhatsApp; no primeiro pronunciamento do segundo mandato, presidente defendeu medidas econômicas.

A presidente Dilma Rousseff fez seu primeiro pronunciamento do segundo mandato, veiculado em rede nacional de rádio e TV a partir das 20h40 deste domingo (8), Dia Internacional da Mulher.Durante pronunciamento, Dilma admitiu dificuldades econômicas no país e pediu paciência aos brasileiros.
Enquanto o pronunciamento era exibido, houve um ?panelaço? em protesto contra a presidente em algumas cidades do país. Gritos, vaias, panelas batendo e buzinas foram ouvidos em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba e Goiânia.
Várias pessoas receberam a convocação para participar do panelaço pelo WhatsApp e por redes sociais. Uma das mensagens dizia o seguinte: PANELAÇO NAS JANELAS, no momento do pronunciamento da presidente Dilma em rede nacional em comemoração ao dia internacional da Mulher, oportunidade em que defenderá o governo e lançará um pacote anticorrupção. Vamos todos para as janelas e vaiar muito. Tb vale disparar alarmes de casas e carros! Passe adiante!.
Para o PT ‘panelaço’ foi um fracasso
O secretário nacional de Comunicação do PT, José Américo Dias, e o vice-presidente do partido, Alberto Cantalice, disseram em entrevista ao site oficial da sigla que o panelaço em protesto contra a presidente Dilma Rousseff, fracassou em seu objetivo. Foi um movimento restrito, que não se ampliou como queriam seus organizadores?, afirmou o secretário José Américo.
Ele diz ainda que há indícios de que o movimento é financiado pela oposição. ?Tem circulado clipes eletrônicos sofisticados nas redes, o que indica a presença e o financiamento de partidos de oposição a essa mobilização?.
Cantalice, ao criticar o movimento, falou em golpe. ?Existe uma orquestração com viés golpista que parte principalmente dos setores da burguesia e da classe média alta?, afirmou o petista.

Confira vídeos feitos em algumas capitais do país

Bairro Gutierrez em Belo Horizonte:

Avenida Sumaré, em São Paulo (SP):

Bairro Águas Claras em Brasília:

Praia do Canto, Vitória, Espírito Santo:


print
Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Panelaço, gritos e vaias ecoam durante pronunciamento de Dilma

Protesto foi convocado pelas redes sociais e WhatsApp; no primeiro pronunciamento do segundo mandato, presidente defendeu medidas econômicas.

Protesto foi convocado pelas redes sociais e WhatsApp; no primeiro pronunciamento do segundo mandato, presidente defendeu medidas econômicas.

 

A presidente Dilma Rousseff fez seu primeiro pronunciamento do segundo mandato, veiculado em rede nacional de rádio e TV a partir das 20h40 deste domingo (8), Dia Internacional da Mulher.Durante pronunciamento, Dilma admitiu dificuldades econômicas no país e pediu paciência aos brasileiros.

Enquanto o pronunciamento era exibido, houve um ‘panelaço’ em protesto contra a presidente em algumas cidades do país. Gritos, vaias, panelas batendo e buzinas foram ouvidos em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba e Goiânia.

Várias pessoas receberam a “convocação” para participar do panelaço pelo WhatsApp e por redes sociais. Uma das mensagens dizia o seguinte: “PANELAÇO NAS JANELAS, no momento do pronunciamento da presidente Dilma em rede nacional em comemoração ao dia internacional da Mulher, oportunidade em que defenderá o governo e lançará um pacote anticorrupção. Vamos todos para as janelas e vaiar muito. Tb vale disparar alarmes de casas e carros! Passe adiante!”.

 

Para o PT ‘panelaço’ foi um fracasso

O secretário nacional de Comunicação do PT, José Américo Dias, e o vice-presidente do partido, Alberto Cantalice, disseram em entrevista ao site oficial da sigla que o “panelaço” em protesto contra a presidente Dilma Rousseff, “fracassou em seu objetivo. Foi um movimento restrito, que não se ampliou como queriam seus organizadores”, afirmou o secretário José Américo.

Ele diz ainda que há indícios de que o movimento é financiado pela oposição. “Tem circulado clipes eletrônicos sofisticados nas redes, o que indica a presença e o financiamento de partidos de oposição a essa mobilização”.

Cantalice, ao criticar o movimento, falou em “golpe”. “Existe uma orquestração com viés golpista que parte principalmente dos setores da burguesia e da classe média alta”, afirmou o petista.

Redação do Jornal Nova Imprensa

Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Últimas Notícias