A Polícia Civil deu detalhes da prisão de um homem que estava foragido da Justiça há mais de um ano. Ele é conhecido como o braço direito de Sonny Clay Dutra, que é considerado, no meio policial, como o maior traficante de pasta base de cocaína de Minas Gerais.

O comparsa de Sonny estava escondido em uma área rural em Pará de Minas, na Região Centro-Oeste do estado. O suspeito tinha um mandado de prisão temporária e outro de prisão preventiva. No momento da abordagem, que ocorreu na quarta-feira (2), ele ainda apresentou um documento falso.

Segundo a polícia, o número dois da quadrilha fazia questão de mostrar que tinha bastante dinheiro. O chefe do grupo, Sonny Clay, também era conhecido por ostentar um padrão de vida elevado.

Sonny era dono de um time de futebol, em Ouro Preto, na Região Central de Minas. Ele foi preso em 2019, durante uma grande operação policial, dentro de um campo, enquanto participava de um torneio.

Matéria do G1

Imprimir
Comentários