A coligação ?Paz e Progresso com Honestidade? (PMDB, PSDB, PSD e PSL) registrou junto à 114ª zona eleitoral da circunscrição de Minas Gerais o pedido da impugnação do registro da candidatura de João Vaz da Silva a prefeito de Córrego Fundo.
A alegação é a falta de prestação de contas relativa ao pleito eleitoral de 2008. A notificação ao interessado informando que o prazo para a defesa é de sete dias foi emitida pelo Cartório Eleitoral, no dia 14 de julho (sábado).
Procurado pela redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias, para falar sobre o assunto, o celular de João Vaz estava desligado e ele não se encontrava em sua empresa.
Impugnações
De acordo com informações do Cartório Eleitoral de Formiga, o prazo para os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador apresentarem o pedido das candidaturas foi até o dia 30 de junho.
No dia 8 deste mês, foi publicado o edital. Segundo a resolução 23373 do TSE, o prazo para a impugnação é de cinco dias, que pode ser feita pelo candidato, coligações, partidos políticos ou Ministério Público. Em seguida, o candidato tem sete dias para apresentar a sua contestação.
Confira abaixo a cópia da notificação

Imprimir
Comentários