Na tarde desta terça-feira (14), o Tribunal de Justiça (TJ) do Rio de Janeiro irá julgar o pedido de redução da pena aplicada ao goleiro Bruno Fernandes, que é acusado da morte de Eliza Samudio. O atleta foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão pela Justiça do Rio de Janeiro por agressão e cárcere privado da jovem. A sentença saiu em dezembro de 2009.
Durante a audiência desta terça, os advogados do goleiro irão pedir a absolvição e anulação da pena. Segundo um dos advogados de Bruno, Francisco Simim, não houve crime e o processo que corre no Rio de Janeiro não tem prova alguma contra Bruno. Os defensores também irão tentar anular o pedido de aumentativo da pena em 20%, que foi feito pelo Ministério Público do Rio.
De acordo com Francisco Simim, o resultado das apelações devem sair durante esta tarde e ele ainda aguarda o resultado de mais um pedido de habeas corpus, que será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília.

print
Comentários