Três peritos criminais de Belo Horizonte vão nesta quinta-feira (13) a Capitólio para apurar as causas do desabamento de um paredão que matou 10 pessoas no último sábado (8). A previsão é que os profissionais saiam da capital ainda nesta manhã.

No último sábado, quatro lanchas foram atingidas por rochas que desmoronaram na região turística e 10 pessoas morreram. As vítimas se conheciam e estavam hospedadas em uma pousada em São José da Barra, também no estado mineiro. Elas eram ocupantes da lancha Jesus, segundo a Polícia Civil.

A localização dos corpos foi concluída no domingo (9). 

Além das vítimas fatais, pelo menos outras 31 pessoas precisaram de atendimento médico. Vinte e três foram atendidas na Santa Casa de Capitólio. Outras quatro vítimas foram atendidas na Santa Casa de São José da Barra. Outras duas estão internadas em Piumhi com fratura exposta. Outras duas estão na Santa Casa de Passo com situação estável.

Uma tromba d´água na parte alta da represa teria provocado o deslizamento de parte do cânion. A tragédia é investigada.

Fonte: Itatiaia

print
Comentários