O secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Antônio Costa, lançou na segunda-feira (11), o Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável.

A ação foi realizada em Ceilândia/DF, durante a aula inaugural do Programa Universidade do Envelhecer da Universidade de Brasília (UniSER/UnB). Mais de 300 alunos estiveram presentes, juntamente com a gestora do UniSER, Margô Karnikowski, além de outras autoridades.

O objetivo do programa é promover cursos, palestras e debates que potencializem a inclusão tecnológica, a alfabetização de pessoas idosas e a educação financeira. Também visa à disseminação de informações e conhecimentos sobre o processo de envelhecimento, com ênfase na prevenção, além de disponibilizar a pessoa idosa práticas de atividades físicas e recreativas, com a proposta de propiciar um envelhecer com bem-estar físico e psicossocial.

Instalação

O primeiro local a receber as instalações no Distrito Federal será o Centro de Arte e Esportes Unificados (CEU), na cidade-satélite de Ceilândia, próximo à comunidade Sol Nascente. De acordo com o secretário, também são parceiros do projeto o Governo do Distrito Federal (GDF) e a Central Judicial do Idoso (CJI) do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

 

 

IMPRIMIR

Fonte:

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH)