A Petrobras informou que foi descoberto petróleo no bloco PM-S-21 em águas profundas da Bacia de Santos. A empresa é operadora do bloco, com 80% de participação no consorcio com a Galp Energia.
A descoberta se deu a partir de um poço exploratório localizado a 280 quilômetros da costa de São Paulo, em lâmina d´água (profundidade) de 2.234 metros. Segundo a Petrobras, a descoberta já foi comunicada à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), como determina a legislação.
A empresa informou que a descoberta ficou comprovada por intermédio de indícios de petróleo e interpretação de perfis em reservatórios localizados em profundidade de cerca de mil metros. A empresa não divulgou a potencialidade nem a vazão inicial do poço.
Essa é a segunda descoberta anunciada pela Petrobras na chamada camada pré-sal na Bacia de Santos. Há algumas semanas, a empresa já havia comunicado a descoberta do megacampo de Tupi, com reservas estimadas de 8 bilhões de barris de petróleo e gás equivalente.
O pré-sal é uma camada de rochas-reservatório que se encontra abaixo de uma extensa camada de sal, que abrange o litoral do estado do Espírito Santo até Santa Catarina, ao longo de mais de 800 quilômetros de extensão por até 200 quilômetros de largura, em lâmina d`água (profundidade) que varia de 1.500 a 3.000 metros e soterramento entre 3.000 e 4.000 metros.

Imprimir
Comentários