Minas Gerais registrou em 2008 Produto Interno Bruto (PIB) no valor de R$ 282,52 bilhões e PIB per capita de R$ 14.233. Em relação a 2007, o PIB apresentou crescimento real de 5,2% e o PIB per capita, de 2,1%. As informações são do Centro de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro (FJP), que divulgou nesta sexta-feira (10), os principais resultados do PIB 2008 dos municípios de Minas Gerais. O estudo é realizado pelos órgãos estaduais de estatística de todo o país, sob coordenação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
No ano de 2008, a atividade agropecuária cresceu 15,8% em Minas Gerais e contribuiu com R$ 23,23 bilhões, que representaram 9,5% do PIB estadual. A indústria gerou R$ 78,92 bilhões, teve participação de 32,2% e cresceu 2,7%. O setor de serviços, predominante na atividade econômica estadual (58,2%), alcançou o valor de R$ 143,17 bilhões, com crescimento real de 4,7%.
No mesmo período, apenas dois municípios concentraram 23,9% do PIB de Minas Gerais: Belo Horizonte, com 14,9% de participação e Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), com 9%. A população desses municípios representou 14,4% da população do Estado. O correspondente a 5% do PIB foi gerado por 441 dos 853 municípios mineiros, que tinham 12,7% da população.
Comparando com 2007, a distribuição do PIB entre os municípios mineiros manteve-se praticamente inalterada. A alteração mais pronunciada ocorreu para Varginha, no Sul de Minas, e Itabira, na região Central Estado. Varginha caiu da 10ª para a 13ª posição e Itabira, que era o 140º em 2007, passou para o 100º em 2008. As maiores concentrações do PIB permaneceram dispersas em polos regionais. Destacam-se Belo Horizonte, Betim e Contagem, na RMBH; Sete Lagoas e Itabira, na região Central; Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado; Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro; Poços de Caldas e Varginha, no Sul de Minas; Juiz de Fora, na Zona da Mata; Ipatinga e Governador Valadares, no Leste do Estado; e em Montes Claros, no Norte de Minas.
PIB per capita
O PIB per capita médio de Minas Gerais foi de R$ 14.233 em 2008. Entre os 853 municípios mineiros, apenas 114 alcançaram esse valor. Os demais 739 municípios apresentaram valores que oscilaram entre R$ 2.914 e R$ 14.200.
Os dez municípios de maior PIB per capita registraram valores entre R$ 48.166 (São José da Barra, no Sul do Estado) e R$ 177.303 (Confins, na RMBH). Sete municípios que integraram esse ranking tinham população inferior a 10 mil habitantes: Confins, Araporã (Triângulo Mineiro), São Gonçalo do Rio Abaixo (região Central), Tapira (Alto Paranaíba), Indianópolis (Triângulo Mineiro), São Batista do Glória (Sul de Minas) e São José da Barra (Sul do Estado).
Os dez municípios com menor PIB per capita em 2008 foram Lontra (Norte de Minas), São Sebastião do Maranhão (Leste do Estado), Santo Antônio do Retiro (Norte de Minas), Bonito de Minas (Norte do Estado), Ladainha (Vale do Mucuri), Francisco Badaró (Vale do Jequitinhonha), Padre Carvalho (Norte de Minas), São João das Missões (Norte de Minas), Setubinha (Vale do Mucuri) e Chapada do Norte (Vale do Jequitinhonha).

print
Comentários