O governador Fernando Pimentel (PT) lidera a corrida pela reeleição ao Palácio da Liberdade, conforme levantamento do instituto Quaest. De acordo com os dados, ele possui 23% das intenções de voto. O segundo colocado é o ex-prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), com 11% da preferência do eleitor. O prefeito de Betim, Vitorio Mediolli (PHS), tem 5%, seguido de Vanessa Portugal (PSTU), com 4%.

Nome apoiado pelo PSDB, Dinis Pinheiro (PP), aparece na pesquisa com 3%. Presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o deputado federal Rodrigo Pacheco (PMDB) somou 2%.

Primeiro cenário

O Quaest também questionou os eleitores sobre um segundo cenário, em que entra o senador Antonio Anastasia (PSDB). Nessa hipótese, os tucanos conseguiriam reduzir a diferença para o governador petista. Mas ainda é insuficiente para desbancar Pimentel, que ficou com 19% das intenções de voto. Anastasia, que já foi governador, tem 16% da preferência do eleitor. Nesse cenário, Marcio Lacerda cai para 8%.

Segundo cenário

Nos bastidores, o primeiro cenário é o que tem candidatos que de fato devem entrar na disputa. Anastasia já informou ao partido que não irá deixar o Senado para retornar ao Estado, mesmo com pressão de aliados.

A pesquisa Quaest  ouviu 2.200 eleitores, entre os dias 1 e 4 de setembro, em todas as regiões de Minas. A pesquisa mostra ainda que aproximadamente 1/3 do eleitorado não parece estar interessado em votar em algum candidato.

Extratificação

O atual governador de Minas ganha em todos os estratos socioeconômicos no primeiro cenário, apresentando melhor  desempenho entre os mais pobres, jovens  e menos escolarizados.

Entre os que estudaram até o ensino fundamental, 27% votariam no petista; entre os que estudaram até o ensino médio, esse índice cai para 20%, ficando em 18% na parcela dos eleitores com ensino superior.

A mesma tendência se observa em se tratando de renda. No grupo dos mais pobres, com renda mensal familiar de até 2 salários, 28% votariam em Pimentel. No segmento com renda de 2 a 5 salários, esse índice cai para 20%. E entre os eleitores com renda familiar superior a 5 salários, o petista tem 18% das intenções de voto. 

 

Fonte: Hoje em dia||http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/pimentel-lidera-disputa-pelo-governo-de-minas-seguido-de-marcio-lacerda-1.560106

Imprimir

Comentários