O pirulito da Praça 7, no Centro de Belo Horizonte, recebeu um “preservativo” gigante na manhã desta quarta-feira (1º), em ação promovida no Dia Mundial de Luta contra a Aids.

O objetivo, segundo a Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig), que promove o ato, é conscientizar sobre a importância do uso da camisinha como uma das formas de prevenção da doença. 

Em BH, quase 50% dos novos casos de aids ocorrem em pessoas com idades entre 15 e 29 anos. Ainda segundo a associação, 300 novos casos de pessoas infectadas pelo HIV são registrados por ano na capital mineira. 

“Importante falar sobre, desconstruir preconceitos e tabus, conhecer formas de se prevenir e fazer uso da prevenção combinada. Use camisinha e se informe sobre prevenção combinada. Se ame, se cuide, se trate”, disse a Aprosmig por meio de uma publicação no Instagram. 

Fonte: Hoje em Dia

 

print
Comentários