A Polícia Militar da região e homens do Batalhão de Operações  Especiais (Bope) estão no encalço de suspeitos de  envolvimento com assaltos a banco na região sul de Minas Gerais.

Trata-se de dois irmãos que vinham sendo acompanhados pela Polícia Militar da região desde o cometimento dos crimes.

Nessa quinta-feira (7), eles foram abordados por policiais em Divinópolis, e, após roubarem um veículo fugiram pela MG-050 em direção à Formiga.

O 63º Batalhão da PM foi avisado e quando os suspeitos passavam por Córrego Fundo e avistaram viaturas das Polícias Militar e de Meio Ambiente se embrenharam num matagal e fugiram.

A polícia realizou um cerco na área e por meio de outras diligências descobriu que a dupla estava “hospedada” em uma casa em um condomínio do FIC, localizado na região do Lago de Furnas.

O proprietário da residência, que é de Divinópolis, foi preso e no local foram encontradas cédulas manchadas de vermelho, o que pode indicar que as mesmas são produtos de furto a caixas eletrônicos. Os policiais ainda encontraram no local, malas usadas no transporte de valores e armas.

A suspeita é de que as cédulas encontradas tenham sido furtadas do banco da cidade de Pedralva, município do sul do Estado.

Prosseguindo na busca pelos irmãos, um deles foi visto nas proximidades do distrito de Betânia. Um novo cerco foi realizado no local nesta sexta-feira (8).

Diante dos levantamentos, o comando do Batalhão de Formiga pediu reforço do Batalhão de Operações Especiais (Bope) que está mapeando toda a área em que os irmãos estiveram e foram vistos para encontrá-los.

Imprimir
Comentários