A Polícia Militar de Arcos realizou, na noite dessa segunda-feira (28), a escolta de um caminhão de combustível, para abastecer os veículos de emergência do município.

O comandante da PM, Capitão Bittencourt, confirmou a informação e disse que o combustível foi trazido apenas para um posto da cidade, que tem convênio com a Prefeitura e este ficará responsável por abastecer a frota de veículos que prestam serviços essenciais da Prefeitura, das Polícias Civil e Militar e da Suape.

Veículos de transportes de pacientes, para hemodiálise ou outros procedimentos de saúde, coleta de lixo, segurança pública, poderão abastecer neste posto, mediante uma requisição.

“As viaturas e veículos dos policiais, civis e militares, que precisam se deslocar para o trabalho fazem parte da lista de pessoas que terão acesso a uma cota mínima de combustível”, informou o comandante.

Esta escolta visa somente garantir os serviços essenciais na cidade. “Não adianta a população formar filas com galões ou com os veículos na frente do posto. Eles não poderão abastecer nenhum veículo que não esteja previamente liberado por nós”, disse o militar.

De acordo com o comandante, o planejamento foi feito para abastecer a frota durante pelo menos 15 dias.

Não haverá abastecimento para a população em geral.

 

IMPRIMIR

Fonte:

Portal Arcos