Da Redação 

O 1º Grupamento do 3º Pelotão de Meio Ambiente aplicou R$13. 815,13 em multas em três ocorrências distintas por desmatamento em Áreas de Preservação Permanente (APP) na região, na quarta-feira (23).

Na primeira ocorrência, uma empresa de calcinação localizada em Córrego Fundo foi multada em R$1.614,76 por intervir em uma área de 735 centiares (1m²) de APP, localizada à margem esquerda de um curso d’água sem denominação.

As atividades de deposição de materiais em APP foram suspensas até a regularização junto ao órgão competente.

A segunda ocorrência foi registrada em uma fazenda localizada na zona rural de Formiga. No local, foram retiradas 25 árvores de diversas espécies em área comum e três Pequizeiros, espécie imune de corte. O trabalho foi realizado com uma pá carregadeira que não possui registro junto ao Instituto Estadual de Florestas (IEF). Foram lavrados os autos de infração 85497 e 86501 no valor de R$4.216,25 e R$3.678,10.

Os militares apreenderam ainda cinco estéreos de lenha. O trator permaneceu no local devido à indisponibilidade de serviço de reboque no município.

A terceira ocorrência foi registrada em uma fazenda localizada na altura do km 195, da rodovia MG-050. No local, foi constatado que o proprietário da fazenda descumpriu uma suspensão realizada pela Polícia Ambiental em 2016, além de realizar uma nova intervenção em APP para a construção de um galpão. O homem foi autuado em R$4.306,02.

A Polícia de Meio Ambiente solicita o apoio da população com intuito de identificar qualquer tipo de crime ambiental, como intervenção em Área de Preservação Permanente, dentre outros, repassando as informações para o 3º Pelotão de Meio Ambiente, pelo telefone: (37) 3322-1454, ou, pelo DDU – 181.

 

Fonte: Polícia Ambiental||

Imprimir

Comentários