A Polícia Civil alerta a população sobre a atuação de um estelionatário em Formiga. De acordo com o delegado de Crimes Contra o Patrimônio, Ricardo Augusto de Bessas, o autor agia a partir da aquisição de cheques de terceiros, junto ao comércio local, clonando e alterando as folhas de cheque para posteriormente sacá-las junto à rede bancária.

O homem de aproximadamente 60 anos foi preso na sexta-feira (24) tentando descontar um cheque clonado, cujo original fora emitido por  um investigador de polícia. O cheque  era vinculado à conta junto à agência do Banco do Brasil.

O funcionário do banco percebeu a divergência entre o tomador e a Carteira de Identidade apresentada pelo falsificador, ocasião em que acionou a Polícia Militar. O homem foi preso em flagrante delito.

Das apurações resultou a informação de que o autor agia em conjunto com um casal de comparsas, que se apresentava com os nomes (alcunhas) de Luciano e Fernanda.

O preso apresentou Carteira de Identidade e CNH com o nome de João Luciano Rodrigues Moura, sendo que o cheque apresentado na agência bancária  estava nominal a Antônio Carlos da Silva.

O delegado Ricardo de Bessas já apurou que o golpista agiu junto a outros estabelecimentos comerciais na região do bairro Sagrado Coração de Jesus (Chapada), razão pela qual solicitou a divulgação da identidade do autor, para que outras possíveis vítimas o reconheçam e entrem em contato com a Delegacia de Polícia Civil.

Segundo o delegado, o modus operandi do falsário consistia em ‘comprar’ junto ao comércio cheque de terceiros para cloná-los (multiplica-los) e posteriormente sacá-los junto à rede bancária.

(Foto: Paulo Coelho)

print

Comentários