A segurança pública de Minas Gerais ganha um importante reforço nesta sexta-feira (28). Cem viaturas, que vão atender 33 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte, serão entregues à Polícia Civil.

Com essa entrega, o Governo de Minas completa o lote de 234 carros, adquiridos por meio de locação.

No dia 26 de setembro último, foram entregues os primeiros 134 veículos.

A entrega das viaturas atende às necessidades identificadas durante os Fóruns Regionais de Governo e aquelas identificadas no Programa de Renovação e Gestão da Frota da corporação.

O chefe da Policia Civil de Minas Gerais, delegado-geral João Octacílio Silva Neto, destacou a importância não só da entrega de novas viaturas como do investimento do Estado na corporação. “A atenção do Governo de Minas Gerais com a Polícia Civil e, por consequência, com a população, não se esgota com a entrega de viaturas. Neste governo, expandimos o atendimento no interior com designação de 93 peritos criminais e 34 médicos-legistas. Também houve reforço no nosso efetivo com nomeação e designação de 945 novos investigadores, que já estão atuando em Belo Horizonte e no interior. No próximo mês, mais 115 investigadores serão formados, fortalecendo ainda mais nossa instituição e o atendimento à população”, enumerou.

A renovação da frota atende às necessidades do Programa de Renovação e Gestão da Frota da Polícia Civil de Minas Gerais, com a gradual renovação e a modernização da frota institucional, por meio de adequação dos veículos às atividades a que se destinam. Além disso, contribui para a melhoria do policiamento preventivo e repressivo, das investigações, do transporte de custodiados e dos bens apreendidos. Os carros foram locados por meio de processo licitatório e os recursos garantidos ao orçamento da Polícia Civil de Minas Gerais pelo Tesouro Estadual

Os critérios adotados para a escolha dos municípios contemplados levam em conta, entre outras coisas, o estado da frota existente, o índice de criminalidade e a necessidade de cada região.

 

 

Fonte: Hoje em Dia e Segov||

Imprimir

Comentários