Na manhã desta sexta-feira (20), chegou ao conhecimento da redação do portal que uma equipe de policiais civis desta Regional esteve na cidade de Arcos cumprindo uma ordem judicial de suspensão de atividade da  I.C. Ltda., localizada à rua São João Batista.

Em contato com o delegado responsável pela investigação, Ricardo Bessas, este informou que além de serem obrigados a suspender as atividades, os responsáveis pela construtora foram intimados a pagar uma fiança no valor de R$36 mil.  

O delegado ressaltou que “a diligência está amparada em ordem judicial e visa evitar que outras pessoas sejam lesadas, além de garantir patrimônio para fins reparatórios”.

Em contato com as vítimas, o UN apurou que a construtor iludia elas, prometendo construir uma residência mediante pagamento de prestações em terreno que sequer pertencia a “tal” construtora.

 As vítimas depositavam um “sinal” em favor dos responsáveis pela empresa, mas nenhuma obra sequer foi iniciada.

Em Formiga, várias pessoas foram lesadas o mesmo ocorrendo em Arcos, e conforme verificado, o perfil das vítimas era de pessoas humildes que se deixaram levar pelo sonho da casa própria, aplicando nas mãos dos suspeitos as poucas economias de que dispunham.

Fonte: Polícia Civil

Imprimir
Comentários