Redação Últimas Notícias

O delegado adjunto da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Danilo César Basílio, concedeu entrevista exclusiva ao Últimas Notícias na manhã desta terça-feira (16) para dar mais informações sobre a notícia falsa, que circulou nas redes sociais, de que a avó de uma criança de 3 anos estaria envolvida na morte do menor, ocorrida no dia 21 de março.

Foto: Thiago Vilela

De acordo com o delegado, foi aberto um inquérito para apurar as circunstâncias da morte.  Alguns familiares da criança já foram ouvidos e todos colaboraram. “Toda morte externa, ou seja, que não é natural seja por acidente, afogamento ou suicídio, é investigada pela Polícia Civil. A notícia que circulou é inverídica. Preliminarmente não foi encontrado veneno no estômago da criança e nem lesões aparentes no corpo dela. O resultado da biópsia, a cargo do IML de Belo Horizonte, ainda não foi concluído. Ninguém foi preso e a avó não confessou o crime. A investigação é conduzida com muita responsabilidade pelo delegado titular do caso, Ricardo Bessas”, explicou.

Danilo falou ainda sobre um áudio que está circulando nas redes sociais, supostamente atribuído a um policial civil, da mesma delegacia. Foi aberto um processo administrativo pela corregedora da Delegacia Regional, delegada Luciana Sousa Corrêa. Após apurado o caso, se constatado que o responsável pelo fato é um policial civil, ele receberá sanções administrativas e criminais pela irresponsabilidade. 

A entrevista foi concedida pelo delegado adjunto Danilo César Basílio em virtude dos delegados Irineu Coelho Filho e Ricardo Bessas estarem tratando de outros assuntos.

 

IMPRIMIR