A Polícia Federal faz um alerta contra um novo golpe na praça. Os bandidos mudaram a tática do ?golpe do sequestro?, uma vez que a imprensa nacional havia divulgado o método que era utilizado.
Antes, os ?falsos seqüestradores? diziam que estavam com um parente, exigindo resgate. Agora, os bandidos ligam para a vítima e dizem que o celular da mesma foi clonado. Se apresentam por meio de alguma operadora e orientam a vítima a desligar o aparelho por uma hora, para que possam efetuar averiguações na linha do celular.
A pessoa acreditando na ?ótima prestação de serviço? desliga o celular por uma hora. Mas qual mal teria nisso? Ai é que vem o perigo. Os bandidos, durante esta hora, ligam para a casa da vítima e praticam o ?golpe do sequestro?, previamente preparado.
Quem atende ao telefone liga rapidamente para o celular da pessoa que ?supostamente? teria sido sequestrada e ouve: ?Este celular está desligado ou fora da área de serviço?. Daí em diante, é pavor total na família, nos amigos, no trabalho.
A Polícia Federal alerta caso ocorra esse fato, a pessoa deve manter seu celular ligado, não desligá-lo em hipótese alguma.
Para a área técnica da operadora checar alguma coisa na sua linha não é necessário desligar o aparelho. Ao contrário, a vítima deve entrar imediatamente em contato com as pessoas mais próximas (familiares, amigos, colegas de trabalho) e os alertar do fato. Em seguida, a pessoa deve entrar em contato com a Polícia Militar pelo 190 ou ir à Delegacia de Polícia mais próxima.

print
Comentários