Em momentos de grande comoção social como a recente tragédia no município de Brumadinho, a sociedade mostra seu lado mais humano ajudando as vítimas e familiares desabrigados. Apesar disso, uma pequena parcela faz o contrário.

Pessoas de má fé tentam se aproveitar da boa ação social para enganar, mentir e aplicar golpes. Por isso, a Defesa Civil de Brumadinho faz um alerta sobre campanhas pedindo donativos que circulam nas redes sociais. 

O major Flávio Santiago, que é porta-voz da Polícia Militar, fez um alerta para que a população fique atenta aos pedidos de doações falsos para vítimas de Brumadinho. 

 “Agradeço o empenho e a solidariedade do povo mineiro, com os afetados pelo rompimento da barragem da mineradora Vale, em Brumadinho. Informo que os donativos arrecadados até o momento são suficientes, não sendo necessário o envio de mais materiais para a ajuda humanitária”.

 De acordo com o policial, mensagens falsas estão circulando na internet pedindo donativos, pedindo conta com o número de conta corrente. “É muito importante que toda mídia divulga essa notícia se a pessoa não conhecer a fonte que está solicitando qualquer tipo de valor que não faça nenhum tipo de doação salvo divulgado pela defesa civil de Minas Gerais”, alertou.

O governo de Minas Gerais pede para que não sejam mais enviadas doações para as vítimas de Brumadinho. Em um comunicado oficial, a Defesa Civil Estadual agradece a solidariedade e informa que os donativos arrecadados já são o suficiente. Desde o rompimento da barragem de Córrego do Feijão, foram contabilizados 65 mortos, 288 pessoas desaparecidos e 135 estão desabrigadas. As buscas estão no 5º dia, com 290 homens, incluindo a ajuda de 136 militares israelenses entre médicos, técnicos e engenheiros. 

 

Imprimir

Fonte:

Agência Comunica Brasil