Um triplo assassinato no interior de um barracão, anteontem, em Pará de Minas, chocou os moradores da cidade. Os corpos dos três homens foram encontrados depois que vizinhos ouviram disparos e chamaram a polícia. O crime é o mais bárbaro já registrado na história policial do município de 84 mil habitantes. Nunca três pessoas ou mais tinham sido mortas em uma mesma ação criminosa.
Segundo a Polícia Militar, os corpos de Renato Moreira Diniz, 29, e Maxsuel Borges, 27, estavam um ao lado do outro no sofá da sala. Com as duas vítimas, os policiais encontraram uma lata com restos de crack. Uma pedra da mesma droga também foi encontrada sobre o sofá. O corpo do dono da casa, Leandro Fernandes Silva, de 38 anos, estava sobre uma cama, em um quarto.
De acordo com a PM, o barracão servia de ponto de encontro para usuários de drogas, que se reuniam ali para consumir crack e outros entorpecentes. O local já era monitorado pela polícia, mas é impossível manter uma viatura 24 horas no mesmo lugar, destacou o major Joel Silva, comandante da 19ª Companhia Independente da Polícia Militar.
O major informou que a PM está trabalhando em conjunto com a Polícia Civil para esclarecer o crime. Já temos um suspeito denunciado por uma testemunha, que viu o autor saindo da residência, afirmou Silva. Foi uma situação atípica dentro de um contexto de tráfico já combatido pela PM, concluiu.

print
Comentários