Condutores de veículos que trafegam pelas rodovias MG-050, MG-431, AMG-0345, AMG-0320 e MG-252, no Centro-Oeste de Minas, devem ficar ainda mais atentos. O 3º Pelotão da Polícia Militar Rodoviária (PMR), em Carmo do Cajuru, começou às 7h desta quinta-feira (1º) a operação Retorno, que fiscaliza a situação de quem volta para casa após o Réveillon. Até as 9h, haviam sido fiscalizados 42 veículos. Quatro deles foram autuados por falta de cinto de segurança, tacógrafos estragados e documentação irregular. Ninguém foi preso.
De acordo com o sargento Sérgio Santana, os policiais empenhados na operação ficam posicionados em pontos estratégicos e observam as condições externas dos veículos (como pneus carecas), além de ocorrências por ultrapassagens em locais proibidos. Este último tipo de infração é o maior causador de colisões frontais, que é o tipo de acidente que mais provoca vítimas fatais, disse.
O militar lembra que os condutores de qualquer tipo de veículo automotor têm um motivo a mais para não ultrapassar em locais proibidos nem forçar outros veículos a abrir caminho. A multa para quem força ultrapassagem subiu de R$ 127,69 para R$ 1.915,40. Para quem ultrapassa pelo acostamento, passou de R$ 127,69 para R$ 957,70, destacou.
Outro ponto importante, segundo o sargento, é a entrada em vigência, nesta quinta-feira, da nova regra para extintores de incêndio em veículos. A partir desta data, só são permitidos aqueles com código ABC. O BC fica proibido e vamos fiscalizar isso também, porque o extintor é um dos principais recursos de segurança do veículo. Isso será cobrado em todo o Estado, finalizou Santana.

print
Comentários