Policiais militares fazem nesta quarta-feira protesto contra o parcelamento de salários da categoria feito pelo governo de Minas. Organizados em caravana de diversas regiões do estado, os policiais esperam reunir cerca de 10 mil manifestantes. A concentração ocorre em frente a Assembleia Legislativa no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A categoria deve seguir em carreata até a Cidade Administrativa. O objetivo é conseguir falar com o governador Fernando Pimentel.

“Não aceitamos o parcelamento dos nossos vencimentos”, afirmou o coronel Alberto Luiz, ex-assessor de imprensa da Polícia Militar de cima do corra de som, onde são feitos discursos. Da oposição a Pimentel, o deputado Sargento Rodrigues (PDT), é um dos que estão à frente do movimento. Segundo ele, se o governo estadual tivesse cortado secretarias e cargos teria dinheiro para pagar no 5° dia útil.

Alguns dos policiais que vieram de cidades como Almenara, no Vale do Jequitinhonha, viajaram cerca de 10 horas para poder participar do ato desta tarde. Associações de policiais trouxeram gente de Montes claros, Juiz de Fora, Passos, Lavras, Governador Valadares e Teófilo Otoni , além de outras cidades. Cerca de 40 ônibus estão nos arredores da

 

Fonte: Marcelo Ernesto , Juliana Cipriani / , Marcelo da Fonseca – Portal Uai||http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2016/03/02/interna_politica,739400/policiais-protestam-contra-parcelamento-de-salarios-feito-pelo-governo.shtml

Imprimir

Comentários