Com apoio das corregedorias das polícias Civil e Militar, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou na manhã desta sexta-feira (6) uma operação contra uso de máquinas caça-níqueis. Há alvos em Belo Horizonte e em outros municípios.

Entre os investigados pela Operação Hexagrama, estariam policiais civis e militares. Até o momento, não foram divulgadas informações oficiais sobre o número de presos.

O Ministério Público ainda não deu detalhes da operação. Já a Polícia Civil informou que instaurou procedimento administrativo-disciplinar para apurar as condutas dos dois investigadores de polícia suspeitos de envolvimento na máfia de caça-níqueis.

A instituição confirmou que eles foram presos nesta sexta e encaminhados à Casa de Custódia da Polícia Civil. Caso as investigações indiquem que os dois são culpados, eles serão demitidos, de acordo com a polícia.

Segundo o porta-voz da Polícia Militar, major Flavio Santiago, a corporação irá se manifestar juntamente com o Ministério Público sobre a operação. 

Fonte: Hoje em Dia

Imprimir
Comentários