Nesta quinta-feira (25), por volta das 14h, a Polícia Militar, em conjunto com a Polícia Rodoviária, desencadeou a Operação Fronteira, que foi realizada em várias cidades da região de abrangência da 7ª Região Integrada de Segurança Pública (7ª Risp), com sede em Divinópolis.
Esta foi uma operação preventiva e, segundo os militares, ocorrerão outras operações neste período que antecede o Natal.
Em Formiga, a operação foi desencadeada em dois locais em específico, sendo um na MG-050, perto da boate Stilo, e o outro na Br-354, perto do motel, na saída para Campo Belo. Durante a ação, vários policiais também ficaram espalhados pela cidade.
A equipe do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias, ao se deslocar para a Br-354 para cobrir a operação, encontrou com vários motoristas fazendo sinais de que havia a blitz. Em diálogo com o tenente Bittencourt, de Arcos, ele disse que esse é um grande problema dessas operações, a quantidade de motoristas que alertam aos outros da blitz. O tenente comenta que aquele motorista talvez pode estar acobertando a um bandido que, provavelmente, seria preso na operação. Ele pede a conscientização de todos os motoristas para não fazerem isso nas blitze, pois dificulta o trabalho dos policiais.
O tenente Bittencourt alerta ainda a todos os motoristas para terem muito cuidado nas rodovias e sempre quando tiverem alguma informação sobre tráfico de drogas e armas, para denunciar imediatamente à polícia, pelos telefones 190 e 181. O militar também pede a conscientização de todos os condutores, pois, talvez um bandido que o motorista ?salva? em uma operação, ao fazer um sinal para ele da atuação da polícia, poderá ser o mesmo que o roubará futuramente.
Até as 17h, quando a redação deixou o local, não havia nenhuma apreensão de armas nem drogas, apenas infrações de trânsito. A PM não divulgou o balanço da Operação Fronteira, até o final desta tarde.

Imprimir
Comentários