Priscila Rocha

Não é de hoje que cidades brasileiras aproveitam terrenos e espaço públicos para construir pomares e hortas comunitárias para a população.

Um bom exemplo de cidade que oferece esse tipo de serviço para os moradores é Brasília/DF. Na cidade, é possível perceber as inúmeras árvores frutíferas nos gramados e canteiros centrais.

Formiga parece seguir o exemplo da Capital Federal, mas como sempre, às avessas. Basta andar pelas vias da cidade, em especial as do Centro e do bairro Centenário para se deparar com a “plantação”. Goiabeiras, amoreiras e pés de abóboras crescem entre o meio fio e a calçada, chegando, em alguns lugares a atrapalhar a passagem dos pedestres.

 

Rua José Elísio Ribeiro Mendes (Foto: Priscila Rocha)

Rua Osvaldo Moreira (Foto: Priscila Rocha)

Os pomares e hortas espalhados pela cidade crescem em meio ao mato. Na rua César Khouri, no bairro Centenário, as árvores frutíferas obstruíram quase que totalmente a passagem de pedestres. Um caso semelhante acontece na rua José Elísio Ribeiro Mendes, na Vila Licínio, onde um pé de abóbora já começa a tomar conta da calçada.

Com a falta de limpeza e manutenção das vias, Formiga em breve terá pomares e hortas tão produtivos como os de Brasília.

Imprimir

Comentários