Durante uma semana, o Portal Últimas Notícias questionou seus leitores sobre a proposta divulgada na quinta-feira passada (23), em que a Prefeitura pretende doar um total de 100 lotes para a Santa Casa de Caridade de Formiga.
Foram propostas três opções de respostas, sendo que a que desaprova a iniciativa, recebeu até a tarde desta quinta-feira (30) 54,22% dos votos. Os que concordam com a doação, foram 42,17%, já os 3,61% restantes ainda não tinha condições de opinar sobre a questão.
Nos comentários postados na fanpage do portal na rede social Facebook, muitos questionaram o fato dos lotes localizados no Furnas Iate Clube (Fic) já terem sido levados à leilão, quando não apareceu nenhum interessado. Outros discordam da doação pelo fato da Santa Casa estar em crise, em partes, por problemas de gestão que levaram inclusive, ao bloqueio de bens de antigos administradores.
O assunto também foi pauta da reunião da Câmara Municipal, na segunda-feira (27), mesmo dia em que os projetos de lei que, se aprovados, legalizarão as doações, deram entrada na Câmara, pelo próprio prefeito Moacir Ribeiro. Na mesma data, foi protocolado pelo chefe do Executivo, outro projeto que pede o adiantamento de royalties de Furnas, para que os valores sejam usados, de acordo com a administração, para quitar a dívida que o município tem com a Santa Casa.
Vereadores de oposição, como Arnaldo Gontijo, Mauro César e José Geraldo da Cunha questionaram as doações e garantiram que analisarão criteriosamente os projetos, antes de dar um parecer a respeito. ?Sequer pagaram o que devem ao hospital e agora querem fazer caridade com lotes que ninguém quis comprar. Essa boa ação precisa ser analisada de forma crítica. Deve ser observada também a utilidade que os lotes terá para a Santa Casa?, comentou Arnaldo Gontijo.

print
Comentários