Na última sexta-feira (14) foi divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que o Brasil poderia economizar cerca de R$ 8 bilhões por ano se reciclasse todos os resíduos que são encaminhados aos lixões e aterros sanitários.

Atualmente, a economia gerada com a atividade de reciclagem varia de R$ 1,5 bilhão a R$ 3 bilhões anualmente. Isso significa que a população joga de 6,5 bilhão a R$ 5 bilhões de reais ?no lixo? anualmente, que poderiam ser reaproveitados com a reciclagem. As informações são do Ministério do Meio Ambiente. Além dos benefícios econômicos, o estudo apontou as vantagens ambientais da reciclagem.
Os dados foram apresentados durante uma reunião com as ministras Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, Márcia Lopes, do Desenvolvimento Social e representantes do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal.
No encontro, também foram discutidas a elevação do nível de renda dos catadores de lixo e a necessidade de estímulo à profissionalização da mão de obra. Foi anunciada ainda a criação de um grupo de trabalho para discutir as medidas legais para a implementação do Pagamento por Serviços Ambientais Urbanos.
Apenas 14% da população brasileira conta com o serviço de coleta seletiva hoje, e somente 3% dos resíduos sólidos urbanos são destinados à reciclagem. Formiga está entre os municípios que implantaram a coleta seletiva e contribuem com a economia por meio da reciclagem.

Imprimir
Comentários