O prefeito Marcio Lacerda acatou a recomendação da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) para que fosse decretado o estado de emergência de Belo Horizonte nesta quinta-feira (15). O decreto deve ser publicado no Diário Oficial do Município (DOM) nos próximos dias, e permitirá que o município faça intervenções e obras sem a necessidade de abrir licitação, o que agiliza a realização dos trabalhos.
De acordo com a Defesa Civil, apenas nesta quinta-feira (15) já choveu 153 milímetros de chuva – o que representa metade do que era previsto para o mês de dezembro inteiro. Além disso, a prefeitura tem feito estudos em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para encontrar soluções de obras alternativas para amenizar os impactos dos temporais na capital mineira.
Ainda de acordo com a Defesa Civil não há previsão para liberar as vias que estão interditadas – avenida Silva Lobo, Cristiano Machado e algumas ruas do bairro Gutierrez e Prado. Nas próximas 72 horas são esperados 130 milímetros de chuva, volume que, conforme a Defesa Civil, é considerado alto. A orientação do órgão para empresas e escolas é para que liberem funcionários e alunos mais cedo, para evitar transtornos no trânsito no horário de pico.

print
Comentários