O prefeito Moacir Ribeiro esteve na manhã desta sexta-feira (17), no programa do radialista Jaime Mendonça, após a divulgação, feita em primeira mão pelo portal, sobre a desistência da Fuom de assumir a administração da Santa Casa de Caridade de Formiga.
Em entrevista, o prefeito falou sobre as condições da saúde na cidade, as quais, em sua opinião, ?estão boas, em razão das poucas reclamações?. Falou também sobre a Praia Popular, afirmando ter estado em Brasília para buscar verbas para começar a revitalização do parque, entre outros assuntos.
Mas o motivo da visita à emissora de rádio foi a situação da Santa Casa; e a dívida da administração para com aquela entidade. Sobre isto, Moacir explicou que não tem condições de quita-la pois, sofreu uma queda de 48% na arrecadação do município e que parte dos valores que a Prefeitura deve para a entidade, são referentes à empenhos cancelados pela administração anterior. Ele garantiu que deseja pagar toda a dívida, mas depende ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE dos vereadores que deverão aprovar um projeto que será enviado à Câmara propondo o adiantamento dos valores repassados por meio dos Royalties de Furnas. Segundo Moacir, o valor pretendido é de cerca de R$1,8 milhão, que não será utilizado apenas para pagar a Santa Casa, mas também, boa parte dele, se destinará ao termino das obras da UPA (cujas verbas para a conclusão dos trabalhos, segundo a própria administração informou em notas oficiais, já haviam chegado).
Sobre a proposta feita pelo próprio radialista para que lotes de propriedade do município sejam leiloados e os valores repassados para a entidade, Moacir disse que, se a ação for autorizada pelo Executivo, doará até 50 lotes ou até os mais de 90 que existem no Furnas Iate Clube (FIC), para a mesma.
Durante a entrevista, o prefeito disse ainda, que mesmo sem receber o que é devido da Santa Casa ( já que esta possui dívida de cerca de R$300 mil com a Prefeitura, oriunda de ISSQN) ele determinou a emissão de Certidão Negativa de Débitos junto à Fazenda Municipal, o que ajudará a entidade a receber valores pendentes do Estado, que dependem desse documento.
?A Santa Casa é a menina dos olhos dessa cidade e tudo que eu puder fazer para salvá-la e vou fazer?, comentou o prefeito que garantiu que, nessa sexta-feira, chegou à cidade um caminhão com dezenas de equipamentos médicos que serão entregues na Santa Casa para serem usados nas UTIs adulto e neonatal e em outros setores e ainda, um ultrassom que será utilizado na Secretaria Municipal de Saúde.

Imprimir