A Prefeitura de Arcos divulgou nesta sexta-feira (21), o balanço de ações, diante dos estragos causados pelas fortes chuvas dos dias 13 e 16 de fevereiro de 2020.

De acordo com a administração municipal, estão sendo feitos reparos dos danos, com base em informações importantes da Defesa Civil Municipal e Secretaria de Obras, Secretaria de Saúde e Secretaria de Integração Social, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Foram registradas inundações nos seguintes locais: avenida Sanitária nos trechos I e II, avenida Doutor Moacir Dias de Carvalho, rua dos Passos, avenida Magalhães Pinto, e algumas ruas e avenidas nos bairros Brasília, Centro, São Judas, Calcita, São José, Oliveiras, Belvedere, Vila Boa Vista, Jardim Bela Vista, e Buritis. 

*142 pessoas foram afetadas diretamente pelas inundações e alagamentos, sendo 53 unidades residenciais.

*19 unidades residenciais e um comercial foram mapeadas e enquadradas dentro de uma área de risco de deslizamento, localizados no bairro Esperança.

*Todas as unidades comerciais atingidas, estão situadas no trecho II, da Avenida Sanitária, e rua adjacentes.

Desabamento: 01 ‘Sobrado’ desabou no bairro Brasília. Felizmente, não havia ninguém dentro do imóvel no momento. A Defesa Civil e Corpo de Bombeiros orientaram proprietários.

Riscos de desabamentos: Foi observado um imóvel com risco de desabamento, situado no bairro Esperança, que já foi aconselhado pela Defesa Civil do Município a evitar a ocupação da residência.

Obras e Serviços Públicos

Os funcionários da Prefeitura de Arcos e terceirizados realizam, desde o primeiro dia de forte chuva, na quinta-feira (13), a limpeza dos principais pontos de inundações e alagamentos. E as obras de reconstrução e reparos também já foram iniciadas:

revitalização e contenção do canal da avenida Sanitária, no trecho II;

recomposiçãode diversos pontos de esgoto danificados;

extração de uma plantação de bambus, que ficava situada dento do leito do Rio dos Arcos;

recapeamentos asfálticos.

recuperação dos trechos inascessíveis, na zona rural.

Integração Social

No dia seguinte às chuvas, a Secretaria de integração Social reuniu toda a sua equipe, juntamente com os profissionais do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), o Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) e Cadastro Único para formular um plano de ação cujo objetivo era acolher as demandas das vítimas dos alagamentos ocasionados pelas chuvas.

Desse modo, as equipes foram distribuídas pela Zona Norte, Centro (Rua dos Passos e mediações), bairros Brasília, Calcita, São Judas, Esplanada, Olaria e Belvedere.

Neste primeiro momento, mais de 60 famílias foram ouvidas e acolhidas pela equipe da SEMDIS. Dessas famílias, pelo menos 20 precisaram de alguma reposição material, seja doação de cesta básica, materiais de limpeza ou de construção.

É importante destacar que o trabalho ainda está em andamento, pois a equipe da Assistência Social continua realizando visitas domiciliares, para avaliar as situações e fazer as intervenções necessárias.

Saúde

Foram administradas 184 doses de Hepatite A em vítimas da inundação. Também estão sendo atualizados os cartões com as outras vacinas, quando necessário. Sarampo, Febre Amarela,

As Secretarias envolvidas continuam contabilizando mais estragos, elaborando sistematicamente os relatórios, alimentando planilhas qualitativas e quantitativa, além de celeridade aos projetos com maior identificação de emergência.

 

Fonte: Prefeitura de Arcos ||
Imprimir
Comentários