A Prefeitura de Divinópolis reuniu, na quinta-feira (22), os servidores públicos municipais para informar sobre a situação financeira do município.

Durante o encontro foi apresentado o decreto de calamidade financeira e a necessidade de exoneração de funcionários que ocupam cargos de livre nomeação, os chamados cargos comissionados.

O encontro foi presidido pela secretária de Administração, Orçamento e Informação, Raquel Freitas, pelo procurador geral, Wendel Santos e pelo secretário de Governo, Roberto Antônio Ribeiro Chaves que representou o prefeito Galileu Machado. O chefe do Executivo participava de uma reunião com membros da Associação Mineira dos Municípios (AMM) que ocorreu com o intuito de discutir medidas contra o bloqueio de repasses financeiros por parte do Goverdo do Estado.

A secretária de Fazenda, Suzana Xavier apresentou ao funcionalismo a situação financeira dos cofres municipal, além de ressaltar a dívida herdada do governo anterior e a quitação das folhas de pagamentos da educação que, diante da falta de repasses do Fundeb, foram pagas com recursos próprios do município.

Na ocasião, o secretário de Governo, Roberto Chaves ressaltou os esforços da administração municipal para buscar solução para a crise.

A dívida do Estado com a Prefeitura de Divinópolis ultrapassa os R$ 98 milhões.

 

Fonte: Com informações do portal DiviNews||

Imprimir

Comentários