O prefeito Eugênio Vilela se posicionou sobre a ACIF/CDL ter impetrado Mandato de Segurança em face ao município de Formiga. Segundo o chefe do Executivo, a Prefeitura vai analisar a saído do programa Minas Consciente assim que as entidades formalizarem pedido.

O Comitê Extraordinário Covid-19 do Governo Estadual se reúne semanalmente para avaliar a situação dos municípios mineiros que aderiram ao plano “Minas Consciente”. A avaliação é feita todas as quartas-feiras e, as novas determinações do Comitê são publicadas todas às quintas-feiras, no período da tarde.

A partir disso, o Comitê define a situação das cidades dentro das três “Ondas” do programa, levando em consideração doze indicadores, incluindo a incidência da Covid-19 na localidade, na capacidade de atendimento e na velocidade de avanço da doença.

Para Formiga regredir para a Onda Vermelha foi analisada a semana entre os dias 31 de dezembro de 2020 e 6 de janeiro de 2021. Neste período a cidade ficou com 100% de ocupação de leitos de UTI, registrou 111 novos casos confirmados da doença e três óbitos.

No dia 7 de janeiro a Santa Casa disponibilizou mais cinco novos leitos de UTI para tratamento de pacientes com Covid, aumentando assim para 10 o número de leitos na cidade e desde então a ocupação não ultrapassou 70%. Do dia 7 até ontem (11), Formiga registrou 57 novos casos confirmados de Covid e dois óbitos.

Fonte: Decom

Imprimir
Comentários