O município de Pains decretou situação de emergência nessa quarta-feira (29) após danos causados pelas chuvas dos últimos dias, em especial após o temporal de sexta-feira passada (24).

O decreto foi emitido em nível municipal e dará mais agilidade na aquisição de recursos para reparar os danos causados. Dezessete pessoas tiveram que deixar as casas em que moram por medida de segurança. Ninguém se feriu.

De acordo com a assessoria de comunicação, várias equipes de trabalho da Prefeitura foram para as ruas para reduzir os impactos provocados pelo temporal. Ainda de acordo com informações da Defesa Civil, diversos pontos ficaram alagados e oito casas atingidas sendo, ao todo, 17 pessoas afetadas pela forte chuva.

Quatro famílias precisaram ser retiradas de imóveis devido ao grande volume de água e encaminhadas para casas de parentes. Umas das famílias foi enquadrada no aluguel social, com isso, o imóvel passa a ser custeado pelo Executivo.

Várias ações conjuntas entre as Secretarias de Desenvolvimento Social, Meio Ambiente, Obras, Transportes, setores de Engenharia e Limpeza Urbana são realizadas. As atenções estão voltadas para os reparos em calçamentos, desobstruções de vias públicas, limpeza das ruas e estradas rurais. Neste último caso, os acessos às comunidades rurais do Madembo e Corumbá estão sendo liberados. Está sendo feito também, o esvaziamento do Lago Dona Ziza, com desobstrução da vazante para escoamento da água.

Equipes da Secretaria de Obras e Engenharia estiveram na rua José Bonifácio, no Centro da cidade, para liberar o acesso à via que foi interditada na sexta-feira. O Executivo pede a colaboração dos moradores para respeitarem a área demarcada e não ultrapassarem o limite de segurança.

A Prefeitura ainda solicita à população atenção no descarte de lixo, que como informou a Defesa Civil, é um dos principais fatores que provocam a redução da vazão das galerias pluviais.

A Defesa Civil emitiu comunicado informando que se dispõe a atender os moradores em caso de urgência pelo telefone (37) 99902-5622.

Dicas para a população:

– Verifique se há sinais de infiltrações na casa, rachaduras nas paredes e no chão, caso encontre alguma, acione o Corpo de Bombeiros; 

-Caso você esteja em uma área de baixada, sujeita a alagamento, ao primeiro sinal de aumento do nível de água, abrigue-se em locais altos e secos; 

-Guarde os documentos, de preferência, em uma mochila impermeável para facilitar na hora de abandonar a residência; 

-Acompanhe os canais oficiais de Informação da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros Militar; 

Em caso de alguma emergência ou situação atípica, não ligue 193

 

Fonte: G1 ||
Imprimir
Comentários