A Prefeitura de Formiga, por meio da Secretaria Municipal de Gestão Ambiental, pretende resolver o problema dos animais de médio e grande porte, como caprinos, ovinos, bovinos, bubalinos, equinos, muares e asininos que permanecem soltos e pastam nos canteiros das vias públicas.

Provavelmente em resposta à reportagem do Últimas Notícias que relatou na sexta-feira (26), o flagrante de um cavalo pastando pela avenida Tabelião Juca Almeida, o que também repercutiu nas redes sociais, a Prefeitura informou nesta quarta-feira (31) que: por meio da licitação será contratada a empresa para acolhimento, assistência veterinária e guarda de animais encontrados em vias públicas. O processo, na modalidade pregão, está marcado para as 14h, do dia 16 de fevereiro, na sede do Setor de Compras.

De acordo com a secretária de Gestão Ambiental, Giovana  Rodrigues Borges, estão previstos dois processos para resolver esse problema dos animais soltos pelas ruas do município: o primeiro já está agendado e será o de acolhimento, ou seja, para determinação do local onde os animais serão abrigados. O outro ocorrerá em seguida, para seleção de empresa que fará o recolhimento dos animais nas ruas, pois, para que se efetive o procedimento é necessário um local pré-estabelecido para abrigá-los.

“Existe um projeto aprovado pela Câmara que permite apreensão do animal solto e aplicação de penalidades ao proprietário. Porém, para aplicarmos essa medida, precisamos ter um local para abrigar esse animal, com os devidos cuidados a ele. Já estão sendo tomadas as providências quanto a isso, com os respectivos processos licitatórios para o acolhimento e recolhimento desses animais”, explicou a secretária.

 

Flagrante na Tabelião Juca Almeida

De acordo com a secretária de Gestão Ambiental, Giovana  Borges, estão previstos dois processos para resolver esse problema (Foto: Prefeitura de Formiga)

Imprimir

Comentários