Da redação Últimas Notícias

Foram encaminhados ao Poder Legislativo na segunda-feira (19), para análise e votação, dois projetos de lei. Um que reajusta os salários dos servidores públicos de Formiga (nº 125/2018) e outro que altera o valor do vale-alimentação do funcionalismo (nº 128/2018).

De acordo com o primeiro projeto, a revisão geral anual dos vencimentos, salários e/ou subsídios no âmbito da Administração Municipal Direta e Indireta, será no percentual de 1,87%.

O reajuste afetará todos os servidores da Prefeitura e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), incluindo secretários e ocupantes de cargos comissionados. O projeto não contempla reajuste apenas para o prefeito Eugênio Vilela e o vice-prefeito Cid Corrêa.

Já na segunda proposta, o vale-alimentação será reajustado em R$10. Passando dos atuais R$320 para R$ 330.

Durante as três Assembleias Gerais realizadas pelo o Sintramfor defendeu 15% de reajuste geral para todos os servidores. Mas, segundo o site do sindicato, por decisão da maioria dos servidores presentes, a proposta da administração foi acatada.

Nova tentativa

O Sindicato tentará uma nova negociação com o prefeito Eugênio Vilela no meio do ano. Durante as negociações da Campanha Salarial, o prefeito prometeu uma segunda negociação do vale alimentação e na ocasião o Sindicato tentará também um segundo reajuste salarial para os servidores.

Magistério

O projeto vai garantir ainda o piso salarial dos profissionais do magistério, estabelecido pelo Governo Federal para este ano em R$2.455,35. O índice de reajuste para a categoria é definido anualmente pelo Ministério da Educação, neste ano ele é 3,86% acima da inflação que fechou 2017 em 2,95%.

Imprimir