Várias prefeituras na Alemanha foram esvaziadas nesta terça-feira (26), após a recepção simultânea de e-mails com ameaças de atentado a bomba, segundo informações da polícia.

Foram afetadas as prefeituras de Augsburgo (sul), Rendsburg (norte), Kaiserslautern e Neunkirchen (oeste), Göttingen (centro) e Chemnitz no leste.

As forças de segurança não encontraram explosivos até o início da manhã. Não foram reveladas a identidade ou a motivação do autor das ameaças.

Em Augsburgo e em Göttingen, os transportes públicos também sofreram alterações, devido às operações policiais.

Há cerca de dez dias, a imprensa alemã revelou que várias instituições e personalidades receberam, nos últimos meses, vários e-mails intimidadores com ameaças de morte e de atentados.

Estes e-mails estavam assinados com frases como “Ofensiva nacional-socialista”, “Wehrmacht” (nome do Exército durante o nazismo), ou “NSU 2.0”, em referência ao pequeno grupo terrorista neonazista NSU (“Clandestinidade nacional-socialista”).

Entre os destinatários, estavam estações de trens, tribunais, escritórios de advogados, jornalistas, o Conselho Central dos Judeus da Alemanha, ou a cantora alemã Helene Fischer, crítica à violência contra estrangeiros.

Imprimir

Fonte:

G1