O presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que revoga o horário de verão na temporada 2019/2020. A assinatura ocorreu durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Bolsonaro já havia anunciado no início do mês, em uma rede social, a decisão de acabar com o horário de verão neste ano. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, o Brasil economizou pelo menos R$1,4 bilhão desde 2010 por adotar o horário de verão.

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então Presidente Getúlio Vargas. O período de vigência é variável, mas, em média, dura 120 dias. No mundo, o horário diferenciado é adotado em 70 países – atingindo cerca de um quarto da população mundial.

IMPRIMIR

Fonte:

G1