O presidente voluntário da Associação de Combate ao Câncer Centro Oeste Minas (ACCCOM), Wilson Martins, fez uso da ?Tribuna do Povo?, na Câmara Municipal, nesta segunda-feira (14). Ele agradeceu a população formiguense pelas doações e prestou contas da entidade.
Wilson Martins explicou que a associação conta com a contribuição de muitos doadores de Formiga, além de vários pacientes.
A ACCCOM foi fundada em Divinópolis, em março de 1995, na luta contra o câncer de vários pacientes da região. ?Muitas pessoas se solidarizaram com aqueles pacientes com pouco poder aquisitivo, que iam até Belo Horizonte ou a grandes centros em busca de tratamento. O principal objetivo foi a construção do Hospital do Câncer, um sucesso que contou com o apoio da população. O hospital, que contava com uma área de 1.500 metros quadrados, hoje, já foi ampliado para 5 mil metros quadrados, com aparelhagem de última geração, para atender à crescente demanda. Isso só foi possível com a contribuição de milhares de doadores, pois não há dinheiro do governo?.
De acordo com Wilson Martins, foi feita uma parceria entre a associação e o Hospital São João de Deus. ?Temos um contrato de comodato. O que motivou esta parceria foi aproveitar o São João de Deus, que é um hospital completo e que atende a alta complexidade na região. Muitos confundem em relação das duas entidades, que têm diretorias distintas. A ACCCOM construiu e equipou o hospital. Em seguida, entregou para o João de Deus administrar. Todos os médicos, enfermeiros e funcionários que trabalham lá, são funcionários do Hospital São João de Deus. A associação tem um papel muito importante, que é a assistência social?.
Outro dado importante, explanado por Wilson Martins, foi a região que o hospital atende. ?São pacientes de todo o Centro-Oeste, Alto São Francisco e parte do Sudoeste do Estado. São 86 cidades, com uma população de aproximadamente 1,5 milhão. São oferecidas cinco refeições, orientadas por nutricionistas. Temos ainda psicólogos, fisioterapeutas e oficinas de artesanatos. O hospital conta com 85 leitos e com mais de cem voluntários?.
O presidente a ACCCOM falou ainda sobre a doação de cabelos, feita por populares de Formiga, para pacientes que fazem tratamento de quimioterapia na ACCCOM.

Imprimir
Comentários