O presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), Flávio Roscoe, esteve em Brasília, nessa terça-feira (13), para defender a implantação de projetos estruturantes que podem impactar de forma positiva a economia mineira.

Acompanhado dos senadores mineiros Antonio Anastasia e Rodrigo Pacheco, Roscoe apresentou as propostas do “Plano de Investimento – Pacto por Minas”, ao ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Baptista Ramos Pereira.

O líder empresarial afirmou que a maior parte dos recursos apresentados no plano prevê investimentos privados que só precisam de uma aceleração nas concessões ou mesmo nas licenças. “Esses investimentos vão melhorar a qualidade de vida dos mineiros e colaborar na retomada da economia do estado. É importante que Minas Gerais tenha uma atenção especial do governo federal”, pontuou.

O Plano contém levantamento feito pelo Conselho de Infraestrutura da Fiemg (Coinfra) que levou em consideração ações que possam ser executadas com o menor volume de recurso e o maior impacto econômico e social possíveis. O documento é dividido por setores – infraestrutura, energia, habitação, saneamento básico e saúde. A previsão total de investimentos soma R$44 bilhões, sendo R$20 bi de recursos públicos e R$24 bi de recursos privados.

Imprimir

Fonte:

Assessoria Fiemg