Funcionários da Prefeitura de Formiga que recebem os salários mais baixos da administração, cerca de um salário mínimo ou pouco mais que isso, foram surpreendidos essa semana após a liberação do pagamento referente ao mês de maio: diferente de todos os demais servidores, incluindo os ocupantes de cargos políticos, seus vencimentos não foram reajustados em 8,34%, de acordo com lei aprovada na Câmara Municipal no mês passado.

Todos esses funcionários, cerca de 300, tiveram os salários adequados ao mínimo no mês de janeiro, uma vez que no país não é permitido que servidores recebam menos que o piso salarial nacional.

A priori, a Prefeitura considerou essa adequação como reajuste e vetou o aumento desses servidores. “Até dezembro, meu salário era R$772 e com a adequação foi para R$778. Falar que R$6 é reajuste anual de salários é um absurdo e uma humilhação”, comentou um funcionário responsável pela limpeza urbana.

Ele e outros servidores, que se enquadram na categoria que teve o aumento vetado, buscaram ajuda junto ao Sindicato de Trabalhadores do Município de Formiga (Sintramfor) e exigiram que a decisão fosse revista.

A pressão deu certo e agora, será enviado para a Câmara um projeto de lei para corrigir o erro, devolvendo aos servidores o direito ao reajuste que sequer foi aumento real.

A decisão de rever a situação desses servidores foi confirmada por meio de nota enviada à imprensa na tarde de quarta-feira (3), dando conta de que “Representantes da Prefeitura de Formiga e do Sintramfor se reuniram na tarde/noite de terça-feira, dia 2, e foi identificada uma pequena diferença nos vencimentos de cerca de 300 servidores que recebem salário mínimo em relação ao que deveria ter sido reajustado. Ficou acertado que um projeto de lei será enviado à Câmara para fazer a correção”.

 Pagamento dos salários

Outra questão envolvendo os servidores municipais que também gerou polêmica durante a semana, foi escalonamento do pagamento referente ao mês de maio. Um total de 1225 funcionários públicos que recebem até R$1.200 foram pagos na terça-feira (2).

O restante (953 servidores), que ganham mais que esse valor, será pago somente no 5º dia útil – na segunda-feira (8).

A administração justificou, em nota que “todos os servidores receberiam no quinto dia útil. Porém, devido ao aniversário da cidade e à movimentação do comércio com a realização da 50ª Expo Formiga, a Prefeitura fez um esforço para antecipar os salários de pelo menos os servidores que recebem até R$ 1.200”.

O jornal entrou em contato com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Formiga (Sintramfor), Natanael Alves. Ele disse ter sido informado anteriormente sobre o escalonamento e que, apesar de não concordar, e da grande insatisfação dos servidores que só receberão na segunda-feira, não existe irregularidade na ação da Prefeitura.

 

Redação do Jornal Nova Imprensa

print
Comentários