Um amigo me cobrou, essa semana, meio que indiretamente, que não questiono o governo Eugênio. Errado. Questiono sim. Questiono o Eugênio e questiono a Câmara, que, desde o início disse achar muito fraca politicamente. Minha desilusão com a política é geral. Quanto ao que ocorre aqui, não se pode, por vários motivos, comparar a administração do Eugênio com a a administração do Moacir Ribeiro. Primeiro porque um recebeu a cidade em condições governáveis e outro a recebeu em frangalhos, envolta em processos e com dívidas. Segundo, porque as fontes naturais de recursos, para cidades como Formiga, que são os repasses formais do governo do estado e da União (ICMS, IPVA, Fundeb…) estão minguando, quando deveriam crescer. Terceiro, nesse caso, faço julgamento pessoal, o Eugênio é pessoa idônea, honesta, assim como parte da sua equipe que conheço (do restante, não faço julgamento de valor – não conheço – mas creio serem honestos também). Tenho visto os funcionários com o salário em dia, A UPA funcionando (minha mãe foi atendida lá sábado) e a cidade bem menos suja que antes (nós, povo, sempre sujamos mais que a capacidade de limpar do poder público)
Pode ser, claro, que venha me desiludir com isso, é fato. Mas tenho-os na conta de gente crível, o que não significa que não os veja passíveis de erros, tais como:
1 – Ausência de contato com o povo.
2 – Dependência de verbas trazidas por deputados, especialmente um deputado em si.
3 – Administração com viés mais político que técnico.
Quando um prefeito tem uma equipe técnica e precisa de uma verba disponível nos cofres do Estado ou da União, basta fazer bons projetos e ter um estudo técnico de viabilidade do projeto. Ou ele consegue a verba ou tem argumentos jurídicos para questionar sua perda. Quando vejo prefeito e vereadores abraçando deputados por verbas “destinadas”, sinto-me um idiota. Tenho nojo de tais fotos. Sinto que temos mais políticos e menos técnicos em cargos importantes. Quantos mais cargos ocupados por políticos na administração pública, mais ineficiente ela é. Infelizmente, parece que nosso prefeito não enxugou tanto quanto deveria, a máquina quebrada que adquiriu. Isso me decepciona sobremaneira.
A cidade tem buracos nas ruas, é fato, e muitos defeitos mais. Entretanto, eu já previa que seria assim no princípio. Vejo pessoas buscando resolver os problemas, ainda que sejam muitos. Todo mundo tem um celular que fotografa. Todo mundo pode fotografar e mostrar nas redes sociais ou até mesmo através dos órgãos de imprensa, os defeitos que existem nas ruas.

Imprimir