A Operação “Corpus Christi”, que reforça a fiscalização e prevenção de acidentes nas rodovias estaduais e federais do Centro-Oeste de Minas devido ao feriado prolongado começa nesta quarta-feira (19).

A operação é realizada pelas polícias Rodoviária Federal (PRF) e Militar Rodoviária (PMR) e segue até o início da próxima segunda-feira (24).

De acordo com o comandante da 7ª Companhia da PMR, major Alexander de Oliveira Silva, todo o efetivo estará empenhado e atuará em todas as 52 rodovias que cortam a região. As ações serão intensificadas nos locais de maior fluxo de veículos.

Além dos agentes de campo, ambas as instituições destinarão agentes administrativos para coibir e apurar eventuais infrações nas rodovias.

“Estaremos com ações reforçadas na BR-354 próximo a cidade de Formiga, MG-050 que liga Divinópolis a Belo Horizonte e de lá ramifica para outras localidades, e ainda a BR-494. Lembrando que na quinta-feira (20), das 6h às 12h, e no domingo (23), das 18h às 0h, veículos de porte grande, como carreta bitrem, têm restrição de circulação. Nestes dias e horários, eles só podem circular em rodovias de pista dupla, pista simples não pode”, alertou.

Durante os feriados, a Nascentes das Gerais, concessionária responsável pela administração das rodovias MG-050, BR-265, BR-491, estima que cerca de 210 mil veículos circulem pelas rodovias. A concessionária informou, ainda, que obras que causam a interdição de pista na MG-050 estarão suspensas durante o feriado.

Trechos perigosos e fiscalização

De acordo com o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Klever Delgado, responsável por fiscalizações na BR-262, a operação nas rodovias federais terá início às 8h desta quarta-feira (19) e segue até as 23h59 do próximo domingo (23).

Conforme o inspetor, a ação visa reforçar a fiscalização preventiva em todos os pontos da rodovia, inclusive naqueles em que há um maior índice de acidentes graves, como o trecho entre o km 474 e o km 485, e o trecho entre o km 600 e km 640 da rodovia federal.

“Nosso foco é intensificar as ações preventivas ao acidente de maior gravidade. Para isso, intensificaremos a fiscalização de velocidade, utilizando radar todos os dias no trecho da rodovia que corta de Perdizes até Pará de Minas. Também fiscalizaremos motocicletas, o uso de cadeirinhas, cinto de segurança e a ultrapassagem em locais proibidos”, contou.

O inspetor revelou, ainda, que todo motorista abordado pela PRF durante a operação será submetido ao etilômetro passivo, que detecta a presença de álcool no ar. Caso o aparelho identifique a presença de álcool, o condutor será convidado a realizar o teste do bafômetro convencional.

São considerados crimes de trânsito o excesso de velocidade, embriaguez ao volante, dirigir em rodovia com o farol desligado, desrespeito às sinalizações, não uso de capacete, não uso de cinto de segurança e, no caso de presença de crianças ou recém-nascidos, o não uso de cadeirinhas.

Orientações

Tanto a PRF quanto a PMR orientam que, para uma viagem tranquila, os condutores adotem medidas preventivas como:

  • uso do cinto de segurança, inclusive no banco traseiro;
  • respeito aos limites de velocidade;
  • não trafegar pelo acostamento;
  • realizar ultrapassagens somente em pista de linha pontilhada e em local seguro.

Os órgãos de segurança ainda recomendam que, antes de viajar, o motorista realize uma revisão dos itens considerados básicos do veículo, como pneus (incluindo o estepe), água, óleo, tanque de combustível, nível de combustível e iluminação.

 

 

Fonte: G1||

Imprimir

Comentários