Da Redação

Foi enterrada no início da manhã desta terça-feira (2), a primeira vítima fatal do novo coronavírus (Covid-19) em Formiga.

O paciente de 66 anos, que faleceu por volta das 2h de hoje, recebeu resultado positivo para a doença no dia 7 de maio e permaneceu, desde então, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa da cidade, mas não resistiu às complicações da doença.

A Secretaria de Saúde confirmou o óbito por meio de nota e destacou que o idoso teria sido infectado pelo vírus no Estado do Pará, onde esteve a trabalho e desde o primeiro momento foi considerado um paciente em estado grave.

De acordo com a Câmara Técnica de Enfrentamento ao novo coronavírus, desde que o homem chegou a Formiga, com sintomas característicos, ele foi internado e recebeu tratamento de acordo com todos os protocolos de Saúde e de segurança para os profissionais

O caso agora é considerado como o primeiro óbito confirmado na cidade. Ainda seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde, não houve velório e o sepultamento foi realizado com caixão lacrado. As equipes da Funerária Municipal utilizaram todos os equipamentos de proteção individual previstos para este tipo caso.

Toda a equipe do Últimas Notícias lamenta o registro da primeira morte em Formiga e reforça a necessidade de que todos mantenham os cuidados de higiene e proteção para evitar que mais vidas se percam!

Confira a nota da Prefeitura

“A Secretaria Municipal de Saúde recebeu, na manhã desta terça-feira, 2 de junho, a confirmação da morte de um paciente, de 66 anos, que estava internado na Santa Casa com confirmação de Covid-19. Ele tinha viajado para o estado do Pará, onde há alto índice de casos da doença. De acordo com a Câmara Técnica de Enfrentamento ao novo coronavírus, desde que o homem chegou a Formiga, com sintomas característicos, ele foi internado e recebeu tratamento de acordo com todos os protocolos de Saúde e de segurança para os profissionais. Nesta madrugada, o paciente não resistiu às complicações no quadro de saúde. O caso agora é considerado como o primeiro óbito confirmado na cidade. Ainda seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde, não houve velório e o sepultamento foi realizado com caixão lacrado. As equipes da Funerária Municipal utilizaram todos os equipamentos de proteção individual previstos para este tipo caso”.

Atualizada às 10h para acréscimo de informações

Imprimir
Comentários