O desvio de septo nasal – parede que separa o nariz, localizado entre as duas narinas – atinge 70% da população e pode causar problemas respiratórios. Nesse caso, a melhor saída é a cirurgia corretiva, com o objetivo centralizar o septo, composto por uma cartilagem na parte anterior, na ponta do nariz, e osso na posterior, próxima à garganta.
Uma das técnicas mais empregadas hoje é a cirurgia de videoendoscopia. Uma pequena incisão é feita por dentro do nariz do paciente, na parte da frente do septo. As partes desviadas são então removidas e a mucosa é recolocada sobre o septo centrado.
Entre as causas do problemas, estão as congênitas, quando o desvio pode ocorrer simplesmente porque nariz se formou dessa forma, traumas, como acidentes ou um soco no nariz, e muitos casos acontecem também devido a uma lesão nasal durante parto. Uma das principais consequências do desvio de septo nasal é a respiração dificil, podendo haver sinusite ou ronco.

Imprimir
Comentários