A greve dos motoristas, que começou na segunda-feira (21) afetou o transporte, fornecimento e abastecimento de vários produtos ao comércio de todo o país, inclusive em Formiga.

Diante da iniciativa dos motoristas, que com medo de ficarem com os carros desabastecidos realizaram uma corrida aos postos de combustíveis nessa quarta-feira (23), o Procon Municipal orienta sobre como se proceder em caso de prática abusiva por parte de comerciantes.

O órgão informa que os estabelecimentos comerciais não podem se aproveitar da escassez de determinado produto por causa da referida greve para aumentarem os preços dos produtos. De acordo com o Código de Proteção e Defesa do Consumidor, isso configura prática abusiva.

O Procon alerta que os consumidores devem ficar atentos, exigirem a Nota Fiscal e procurarem o órgão, caso presenciem essa situação. Os consumidores que se sentirem lesados ou necessitarem de algum esclarecimento devem comparecer ao Procon de Formiga, que está situado no Terminal Rodoviário, sala 02, no Centro. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, de 8h as 11h30 e de 12h30 às 17h. O telefone de contato é o (37) 3329-1830.

 

Fonte: Decom/Formiga ||

Imprimir

Comentários